9.6.10

Para os eleitores brasileiros, educação é a quarta área que merece prioridade no próximo governo, aponta pesquisa

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Instituto Paulo Montenegro (IPM), do Ibope, revela que, para os eleitores, a educação é a quarta área que merece prioridade do próximo presidente da República. Em 2006, a educação ocupava o 7º lugar no ranking. O levantamento foi encomendado pelo movimento Todos pela Educação.
O estudo mostrou que os eleitores querem que o próximo governo priorize a segurança pública, a saúde e o emprego. Para a diretora executiva do Movimento Todos pela Educação, Priscila Cruz, o resultado indica que o brasileiro passou a priorizar as áreas de resultado a longo prazo.
Os 2 mil eleitores entrevistados destacaram como pontos fortes da educação básica a merenda escolar (29%), o número de escolas e de vagas existentes (25%) e o material didático (25%). Entre os pontos fracos estão o salário do professor (46%), a segurança nas escolas (46%) e a qualificação do corpo docente.
Os entrevistados também elegeram as medidas que os próximos governantes devem priorizar para melhorar a educação pública no país. No topo das necessidades está melhorar o salário do professor (41%), equipar melhor as escolas já existentes (29%), criar escolas profissionalizantes (28%) e melhorar a segurança nas unidades de ensino (28%). Cada entrevistado podia escolher três opções em uma lista de 16 medidas.
O levantamento indicou ainda que o brasileiro está dando mais importância à questão da avaliação do ensino. Em 2006, 29% dos entrevistados disseram não conhecer os exames que avaliam a educação básica, índice que caiu para 13% em 2010.
COM AGÊNCIA BRASIL