26.6.10

Projeto passa "guela abaixo" em 1º turno


Os deputados estaduais aprovaram ontem, em primeiro turno, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, o projeto de lei n°4.689/10, que propõe reajuste de salário e mudanças na carreira dos professores da rede estadual. O resultado, mesmo que inicial, já é um indicativo de como a lei deve ser sancionada e não agradou à categoria.
A propposta foi enviada pelo governador à Assembléia Legislativa, que através dos deputados de oposição, mais especificamente o bloco composto por PT, PMDB e PC do B, apresentaram 51 emendas ao projeto original, emendas estas que foram rejeitadas pela maioria governista. A única alteração ao texto original aprovado foi o adiantamento da vigência do reajuste de março para janeiro de 2010.
Das galerias do plenário, servidores demonstravam o descontentamento e a decepção xingando os deputados favoráveis ao projeto. Enquanto isso, o Deputado Lafayette Andrada (PSDB) não perdia oportunidade para frisar que “-O projeto contempla tudo que a categoria reivindicava. Não temos motivos para aceitar mudanças”.
A votação em segundo turno deve acontecer dia 28 deste. Antes disso, o texto passa novamente pela Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária e pode receber novas emendas. A coordenadora geral do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, disse ainda ter esperança de que novas propostas sejam aprovadas pelos deputados.

Nenhum comentário: