7.10.10

Aluno deverá conhecer personalidade que dá nome à sua escola


Alunos da E.E. Professora Helena Prates- M. Claros - MG.
Foto: Arquivo EEPHP
 Toda escola estadual de Minas terá que explicar a seus alunos quem foi a personalidade que dá nome à instituição. Esse é o teor do Projeto de Lei (PL) 4.360/10, do deputado Leonardo Moreira (PSDB), que recebeu parecer pela aprovação em 1º turno da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia e Informática da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, durante reunião nesta quarta-feira (6/10/10). A relatora foi a deputada Gláucia Brandão (PPS). Essa orientação poderá se dar mediante a afixação de placa ou cartaz informativo ou ainda por meio de entrega de folheto e cartilha aos estudantes.

A comissão aprovou ainda dois requerimentos do deputado Carlin Moura (PCdoB). O primeiro pede que seja formulado um pedido para que as secretarias de Estado de Educação e de Planejamento e Gestão encaminhem um relatório informando sobre os processos de aposentadoria pendentes dos servidores da Educação do Estado. No documento, deverão ser especificados quantos são os pedidos de aposentadoria protocolados pelos servidores, separados por ano de solicitação, sua tramitação e previsão de publicação e de concessão do benefício.

O outro requerimento solicita à Secretaria de Estado de Educação a oferta de um esqueleto humano de plástico para ajudar nas aulas de ciências da Escola Estadual Paulo Pinheiro da Silva, localizada em Caeté.

Presenças - Deputados Ruy Muniz (DEM), presidente, e Carlin Moura (PCdoB) e deputada Gláucia Brandão (PPS).




2 comentários:

Anônimo disse...

esta e a escola onde eu vitoria cristina estudo galera

Anônimo disse...

não tem escola melhor que essa eu estudo aqui e sei disso galera da net