2.11.10

Mortos estão sendo despejados dos cemitérios de Montes Claros.

Cemitério Parque Jardim da Esperança - M. Claros
No dia de finados, uma notícia que parece de outro mundo: mortos estão sendo despejados dos cemitérios de Montes Claros. A decisão foi da prefeitura diante da falta de vagas para enterrar os corpos.
Para que cerca de 120 pessoas sejam enterradas por mês nos dois cemitérios da cidade, é preciso desocupar algumas covas. Em alguns dias, até dez são reabertas. A prefeitura afirma que o procedimento é legal. "A gente faz a exumação, recolhe os ossos da pessoa que está sepultada e leva para o ossário, identificada", afirma Wesley Andrade,  Gerente de Cemitérios de Montes Claros.
Wesley Andrade, Gerente de
Cemitérios em Montes Claros
Wesley Andrade, Gerente de Cemitérios de Montes Claros
Os dois cemitérios da cidade têm juntos um área de 98 mil metros quadrados e 70 mil pessoas enterradas. Os responsáveis por eles dizem que não tem mais lugar para enterrar mais gente.
A situação da falta de espaço não é de hoje. De acordo com a atual administração do município, o problema já era discutido em 1997.
No início deste ano, o poder executivo abriu licitação para construção de outro cemitério. A prefeitura, no entanto, teve que interromper o processo por causa de uma denúncia do Sindicato dos Cemitérios e Crematórios do Brasil.

Nenhum comentário: