1.11.10

Vendaval deixa mais de 150 famílias desabrigadas em São Roberto de Minas, povoado de São João da Lagoa.

Mesmo com um regime de chuvas ainda bastante irregular aqui no norte de Minas, pode se notar que as pancadas que ainda muito poucas tem provocado danos materiais que vão desde queda de árvores até obstrução de estradas.


As chuvas da madrugada desta segunda feira 1/11 causaram a interdição da estrada da produção que liga Montes Claros ao Distrito de São Pedro das Garças na altura do rio Cana Brava para o tráfego de caminhões e ônibus sendo liberado após horas de muito trabalho para automóveis.

Um forte vendaval atingiu o povoado de São Roberto de Minas, no Norte do Estado, no fim da tarde desta segunda-feira. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, pelo menos 150 famílias ficaram desabrigadas. O 7º Batalhão dos bombeiros, de Montes Claros, próximo ao povoado, não confirmou a quantidade de pessoas afetadas.

Segundo O Jornal O Tempo de Belo Horizonte, o sargento Juliano Ribeiro informou que um morador de São Roberto de Minas ligou por volta das 17h40, dizendo que o vendaval tinha ocorrido às 16h, mas que não tinha conseguido fazer contato antes. Conforme relato do solicitante aos bombeiros, muitas árvores caíram, assim como postes de iluminação. Um rapaz ficou ferido e foi encaminhado a um hospital de Coração de Jesus, que também fica na região.

“Nós enviamos duas guarnições para lá, uma delas do subcomandante do batalhão, com material para corte de árvores. O prefeito do município de São João da Lagoa, onde fica o povoado, também foi avisado e deve ir ao local avaliar a situação, caso seja preciso declarar situação de calamidade”, afirmou o sargento. Segundo ele, a Cemig e a Defesa Civil foram informadas sobre o vendaval.

Em Montes Claros o restante do dia foi de céu encoberto, porém sem chuvas até o momento com previsão de um dia de finados com céu nublado e pancadas de chuvas no decorrer do período.

Nenhum comentário: