26.1.11

Filas e mais filas para tirar a Carteira de Identidade em Montes Claros

Rua Barão do Rio Branco esquina com Camilo Prates
Falta de pessoal nos postos de identificação, acaba atrasando a emissão de documentos
A rescisão de contratos de funcionários municipais em Montes Claros, ocorrida no fim do ano, causa problemas na emissão de carteiras de identidade na cidade. A distribuição de senhas só começa às oito e meia da manhã, o número é insuficiente para atender a demanda, a situação causa revolta. E quem precisa do serviço, tem que madrugar, ou em alguns casos, teria ainda, que comprar a senha de pessoas que estariam vendendo seus lugares.

A Prefeitura informou, através da assessoria de comunicação, que a situação de funcionários efetivos, contratados pelo município, ou ainda emprestados ao Estado, sempre existiu e é legal. Entretanto, a assessoria informou que no início do ano, os contratos foram encerrados, sem renovações, mas que a situação está sendo estudada e será normalizada em breve.

fonte: Intertv

24.1.11

Qual é a sua classe social?

Quem define as classes sociais no Brasil?

por Fernanda Salla
A divisão da população brasileira em classes socioeconômicas é baseada no Critério de Classificação Econômica Brasil, levantamento feito pela Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa (Abep). Essa classificação surgiu em 1997 para medir o poder aquisitivo das pessoas, avaliando os bens da família e o grau de escolaridade do chefe da casa. “O Censo, do IBGE, não define classe, só renda, e muitos distorcem os dados sobre quanto ganham. Por isso, foi definido que, para descobrir o poder aquisitivo de uma pessoa, era preciso estabelecer um novo critério”, diz Ana Helena Meirelles Reis, presidente da MultiFocus Inteligência de Mercado. Na prática, itens possuídos pela família valem pontos e definem a que classe ela pertence. No Brasil, os principais bens avaliados são: quantidade de banheiros na casa, TVs em cores, rádios, DVDs, geladeiras e freezers, automóveis, videocassetes ou DVDs, máquina de lavar e empregada mensalista.

QUAL É A SUA?

Conte quantos itens destes há em sua casa, some os pontos e descubra sua classe social*

BANHEIRO
1 = 4 pontos
2 = 5 pontos
3 = 6 pontos
4 ou + = 7 pontos

CARRO
1 = 4 pontos
2 = 7 pontos
3 ou + = 9 pontos

FREEZER**
2 pontos (qualquer quantidade)

GELADEIRA
4 pontos (qualquer quantidade)

MÁQUINA DE LAVAR
2 pontos (qualquer quantidade)

TV
1 ponto por unidade (4, no máximo)

EMPREGADA MENSALISTA
1 = 3 pontos
2 = 4 pontos

GRAU DE INSTRUÇÃO DO CHEFE DE FAMÍLIA
Analfabeto ou primário incompleto = zero
Primário completo = 1 ponto
Ensino fundamental completo = 2 pontos
Ensino médio completo = 4 pontos
Graduação completa = 8 pontos

RÁDIO
1 ponto por unidade (4, no máximo)

VHS/DVD
2 pontos (qualquer quantidade)

CLASSIFICAÇÃO SOCIOECONÔMICA

A1 – 42 a 46 pontos
A2 – 35 a 41 pontos
B1 – 29 a 34 pontos
B2 – 23 a 28 pontos
C1 – 18 a 22 pontos
C2 – 14 a 17 pontos
D – 8 a 13 pontos
E – 0 a 7 pontos

*Segundo o Critério de Classificação Econômica Brasil, publicado em 2008 pela Abep
**Freezer independente ou acoplado à geladeira
Extraido da rev. Mundo Estranho

19.1.11

Cinco pessoas morrem em acidente na MGT 122 no município de Capitão Enéas

Cinco pessoas morreram em uma batida entre dois carros de passeio na manhã desta quarta-feira (19) na MGT-122, na zona rural de Capitão Enéias, no Norte de Minas Gerais.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma Saveiro colidiu de frente com um Astra na altura do km 224, por volta das sete horas da manhã.
No primeiro carro, estavam apenas um homem, de 44 anos. Já no outro veículo, estavam duas mulheres, de 41 e 57 anos, o condutor, de 50, e um adolescente, de 17. Todos morreram na hora.
Com o acidente, a pista ficou coberta de óleo.  Segundo os bombeiros, foi necessário cobrir a via com materiais antiderrapantes para evitar novos acidentes.

Fonte: O tempo Online

15.1.11

Inscrições para o ProUni começam na próxima quarta-feira

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Começam na próxima quarta-feira (19) as inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados em concorrer a uma bolsa de estudos em instituições privadas de ensino superior deverão se inscrever pelo site do Ministério da Educação (MEC), de 19 a 21 de janeiro.
O MEC ainda não divulgou o número de bolsas que serão oferecidas no primeiro semestre de 2011. O benefício pode custear 50% ou 100% da mensalidade em faculdades que participam do programa. Para concorrer a uma bolsa, o estudante precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública e participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010, além de atender a alguns critérios de renda.
As bolsas integrais são destinadas aos alunos com renda familiar mensal per capita (por membro da família) de até um salário mínimo e meio. Já as bolsas parciais são para os candidatos cuja renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos.  Entre 2005 e 2010, 748 mil alunos tiveram acesso a uma bolsa do ProUni.
Edição: Lana Cristina

Os estragos das chuvas em Minas

Montes Claros também entrou pra lista dos municípios mineiros em estado de emergência por causa das chuvas dos útimos dias. Neste último dia 14 o Prefeito Luis Tadeu Leite decretou estado de emergência no município, uma vez que a cidade tem sido castigada pelas constantes chuvas que assolam boa parte do País neste mês de janeiro. Segundo ele, vários são os bairros que apresentam problemas, bem como as ruas cujo pavimento asfáltico apresenta buracos por todos os lados, inclusive com algumas vias onde o processo conhecido como "tapa buracos" não resolve mais, tendo de ser todo o pavimento reconstruído.

A seguir, vejam matérias publicadas na TV Alterosa de Belo Horizonte sobre as chuvas em todo o Estado de Minas Gerais.

Uma chuva forte assustou os moradores de Boa Esperança. Alagoa, no Sul do estado, onde moram cerca de três mil habitantes, está ilhada. As duas estradas de acesso foram interrompidas.

Os números da Defesa Civil revelam que Minas tem quase 17 mil pessoas retiradas de casa por causa das enchentes. Mais de 2.300 perderam o lar e 72 ficaram feridas. Dezesseis pessoas morreram. Os afetados pela chuva passam de 1 milhão e 200 mil.

Dos 74 municípios em estado de emergência, somente 11 tiveram os decretos homologados pela Defesa Civil. A cidade de Inhapim foi desvatada por um temporal, mas levou tempo para conseguir provar os danos.





Ruas alagadas. Prefeitura ilhada. Baependi e São Lourenço, duas cidade no sul do estado, estão em estado de emergência.





Os bombeiros anunciaram a criação do Batalhão de Eventos Emergenciais. Trezentos e cinquenta homens, dezesseis oficiais e uma grande estrutura técnica, inclusive com aeronaves, ficarão de prontidão para deslocar rapidamente em caso de necessidade.

Pelo menos vinte municípios já foram atingidos pelas enchentes no Sul de Minas. Sete decretaram situação de emergência.



11.1.11

Acidente com ônibus deixa dez pessoas feridas perto de Montes Claros

FOTO/DIVULGAÇÃO - CORPO DE BOMBEIROS
                          
Dez foi o número de pessoas que ficaram  feridas no acidente na BR 251, em Montes Claros, na tarde desta terça-feira, 11, conforme notícia publicada há pouco neste blog.
Segundo o Corpo de Bombeiros, o coletivo estava com 47 passageiros e seguia de Montalvânia, MG , a Ribeirão Preto, em SP. As vítimas tiveram escoriações leves e algumas tiveram fraturas pelo corpo.
Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, nenhuma das vítimas corre riscos de morrer.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista não possui habilitação e fazia transporte irregular de passageiros.
Ele foi levado para a Delegacia da Polícia Civil de Montes Claros.

Ônibus tomba e deixa pelo menos 40 feridos em Montes Claros

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o veículo fazia o transporte clandestino de pessoas

Um ônibus tombou e deixou pelo menos 40 pessoas feridas, na tarde desta terça-feira, na BR-251, em Montes Claros, na Região Norte de Minas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o veículo fazia o transporte clandestino de pessoas de Montezuma, também na Região Norte do Estado, para Ribeirão Preto, em São Paulo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o veículo bateu na traseira de um Honda City, saiu da pista e depois tombou. Viaturas dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), estão no local para socorrer às vítimas. Ainda de acordo com os bombeiros, as vítimas tiveram ferimentos leves e outras apresentaram fraturas.

De acordo com a PRF, há suspeita que o motorista do ônibus não tenha habilitação.

Aguarde mais informações
notícia extraída do portal uai

10.1.11

Irã proíbe livros de Paulo Coelho

João Renato Faria - Portal UAI
O escritor Paulo Coelho revelou que seus livros foram proibidos de circular no Irã. O autor explicou a situação com um texto em inglês no blog, lamentando a decisão e pedindo um posicionamento do governo brasileiro."Meus livros foram publicados sob diferentes governos no Irã. Em uma decisão arbitrária, após 12 anos de publicação, só pode ser um engano", avaliou Paulo Coelho.

Reconhecido como escritor brasileiro de maior sucesso no exterior, Paulo Coelho vinha sendo publicado no Irã desde 1988 e vendeu mais de 6 milhões de cópias no país islâmico. Em 2009, ele apoiou o escritor iraniano Arash Hejazi e os protestos da oposição ao presidente Mahmoud Ahmadinejad nas eleições presidenciais.

Apesar deste detalhe, o motivo da proibição dos livros não foi explicado pelo governo iraniano. "Espero sinceramente que isto seja resolvido e conto com o governo brasileiro para me apoiar", comunicou Paulo Coelho.

Extraído do Portal Uai

5.1.11

Repercussão negativa faz Governador recuar e admitir reajuste de salários a servidores


foto/arquivo
Diante da repercussão negativa da perspectiva de congelamento de salários dos servidores estaduais este ano, o governador Antonio Anastasia (PSDB) voltou atrás e admitiu a possibilidade de conceder reajustes ao funcionalismo. Entretanto, ele fez uma ressalva: para o aumento ocorrer, é necessário um incremento da receita do Estado. Anastasia também fez questão de frisar que os gastos com pessoal no orçamento do governo de Minas estão beirando os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. “O aumento, a concessão de reajustes, que é sempre necessária, devida, e é sempre a primeira vontade do governo, depende sempre fundamentalmente do aumento da receita e de se colocar dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou o governador. Na última segunda-feira, durante a posse do novo secretariado, a secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, havia descartado a hipótese de o governo conceder reajustes ao funcionalismo.
Anastasia estuda ainda a possibilidade de enviar um projeto de lei à Assembleia Legislativa que concederia reajustes anuais ao funcionalismo, com base na arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Estado. A ideia do governador é que a proposição seja enviada à Casa ainda neste primeiro semestre. “Essa nova lei que permitirá reajustes com base na variação de ICMS é sempre algo a ser discutido. Eu sou o primeiro a considerar que é importante que haja anualmente a revisão”, disse o tucano.
Conteúdo extraído do portal O Tempo 

4.1.11

Mais Uma vez servidores vão penar com o Governo de Minas

Com o discurso de austeridade e ética no trato do dinheiro público, o governador Antonio Anastasia (PSDB) empossou, ontem, seu novo secretariado, na Cidade Administrativa, com um aviso: os servidores públicos não devem esperar por aumentos salariais neste ano.

A grande responsável pelo chamado "núcleo duro" do governo é a secretária de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena. Pupila de Anastasia, foi ela quem informou que o governo não deverá conceder reajustes. Assim, o Estado conseguiria atingir sua meta de baixar o custeio. "Nós não podemos deixar que o custeio da administração pública aumente. Então, nós seremos muito severos na condução da manutenção da administração para termos mais recursos para investimentos, pois a demanda da sociedade é muito alta", afirmou a secretária. "Neste ano, por enquanto, não está previsto nenhum aumento", complementou.

Governo aumenta em R$ 300 estimativa de investimento por aluno em 2011

Da Agência Brasil
Brasília - O valor mínimo previsto pelo governo para ser investido em cada aluno durante 2011 será cerca de R$ 300 a mais que o de 2010. A quantia passa de R$ 1.414,85 para R$ 1.722,05, de acordo com uma portaria ministerial da Educação e da Fazenda, publicada no Diário Oficial da União.
Os recursos provém do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que deve ter uma receita de R$ 94,48 bilhões em 2011 – aumento de 13,7% em relação a 2010 (estimado em R$ 83,09 bilhões).
A contribuição dos estados, do Distrito Federal e dos municípios deve atingir R$ 86,68 bilhões. A complementação da União ao Fundeb corresponde a 10% desse montante, ou seja, R$ 8,66 bilhões.
Desse total, R$ 7,80 bilhões serão repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a nove estados que não devem atingir o valor mínimo anual por aluno com sua própria arrecadação: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí.
Outros R$ 866 milhões estão reservados para complementar o pagamento do piso salarial de professores e financiar programas de melhoria da qualidade da educação.
Edição: Talita Cavalcante