26.9.11

Bolsa-crack: R$712,00 para professor e R$900,00 para usuário de crack.


Famílias terão ajuda para tratamento de usuários de droga


Não que não mereça, mas o momento em que o Governo de Minas lança a "bolsa-crack" com um valor de R$900,00 para as famílias que tem usuários de crack, ainda que para tratamento, é no mínimo estranho. A categoria da educação em greve há quase quatro meses reivindica um Piso salarial de R$1.187,00 estabelecido por uma Lei Federal - 11.738/2008 a qual o Governo insiste em descumpri-la, acabando com as carreiras dos profissionais e oferecendo-lhes um salário de R$712,00 para todos os professores que permanecerem no Plano de Carreira vigente, não respeitando a verticalização da carreira por tempo de serviço nem tampouco por cursos, pagando o mesmo salário base para o profissional que possui apenas Ensino Médio assim como para os que possuem Licenciatura Plena, Especialização (pós-graduação), mestrado ou até mesmo doutorado.
Fica aí uma indagação: com que motivação esses valorosos educadores vão dedicar à profissão após depararem com mais esse descaso com a Educação.  Click no link Diário Oficial para ler a matéria completa.

Nenhum comentário: