29.9.11

Comissão de negociação se reúne pela primeira vez na Assembleia para discutir propostas para a Educação


Fotógrafo: Sandro Abreu
Nessa quinta-feira, 29/09, no salão nobre da Assembleia Legislativa, foi formada a Comissão tripartite que irá analisar o projeto do Governo sobre a nova remuneração dos profissionais de Educação de Minas Gerais. O líder do PMDB, deputado Antônio Júlio, assumiu a coordenação do colegiado, formado pelos deputados Rogério Correia (PT), Pompílio Canavez (PT), Adalclever Lopes (PMDB), João Leite (PSDB), Sebastião Costa (PPS), Duarte Bechir (PMN) e Cássio Soares (PRTB), além de representantes do Sind-UTE/MG e do governo.
Durante a reunião, a coordenadora-geral do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, apresentou os pontos para negociação do projeto e informou que na próxima reunião terá início o debate com os técnicos do governo. “Vamos tratar essa questão com serenidade, sem bandeiras partidárias. Acho que não teremos dificuldades para chegar a um acordo. Já na próxima reunião, iremos discutir os temas apresentados pelo sindicato com a presença dos indicados do Governo. Vamos fazer o possível para agilizar ao máximo a questão, pois o projeto já está na Assembleia”, explicou o deputado Antônio Júlio.

Entre os pontos apresentados pelo sindicato, estão a recomposição dos salários cortados, a suspensão dos próximos cortes, a revisão de punições e, principalmente, o pagamento do piso federal de acordo com a carreira. A ata com a reivindicação dos professores será encaminhada ao governador Antônio Anastasia. A próxima reunião da comissão acontece na segunda-feira, 3/10, às 15 horas, no salão do 23° andar do Edifício Tiradentes, com a presença de representantes das secretarias de Governo, de Planejamento e de Educação.
(Com informações de Lu Pereira)


Um comentário:

Anônimo disse...

EH, QUEM DIRIA ,USARAM TANTO O DISCURSO SOBRE CENSURA PARA CRITICAR O GOVERNO DE LULA. AGORA ESTÃO PROVANDO QUE FALAVAM DO QUE LHES É PRÓPRIO, REALMENTE DO QUE FALA A BOCA ESTA EM ABUNDÂNCIA O CORAÇÃO. FORA DITADURA EM MINAS E NA TV GLOBO,ONDE OS COMENTARISTAS PARECEM QUE NEM ESTÃO SABENDO DO ESCANDALO DO RICARDO TEIXEIRA, ATERRIZEM!!! QUE PAÍS VOCÊS ESTÃO, ACORDA BRASIL.