7.10.11

Pontos relevantes das negociações são rejeitados pelo Governo de Minas



O Governo de Minas entregou na tarde de ontem (06/10) à comissão formada por representantes do Sind-Ute-MG e deputados estaduais para discutir a greve na educação, resposta às revindicações feitas pelos professores na última segunda-feira. Entre os pedidos, foram negados o retorno de diretores e vice-diretores que foram exonerados durante a greve e o pagamento dos dias não trabalhados antes da reposição das aulas.
O Governo admitiu  que profissionais designados que aderiram à greve possam se habilitar em novos processos de designação. O 13º será pago sem o desconto dos dias de greve e os servidores que tinham férias prêmio programadas e que aderiram à greve poderão desfrutá-las tão logo concluam a reposição.
É bom lembrar, que este mesmo governo, através da secretária Ana Lúcia Gazzola anunciou à toda sociedade uma inverdade, quando diz que os professores não fizeram a reposição das aulas devidas por ocasião da greve de 2010. Portanto, é sempre bom ficar alerta,pois daí tudo pode se esperar.





Nenhum comentário: