23.10.11

Senador de Minas ou Rio?


 O Senador Aécio Neves que se manifestou contra os interesses de Minas Gerais na questão da distribuição dos royalties do petróleo do pré-sal. agora torce para que haja um desgaste entre Governo carioca e a Presidência da República. Tudo para favorecer-lhe com um possível apoio do Governador Cabral, em uma possível candidatura sua à Presidente do Brasil. 


Irresponsabilidade e desrespeito com o povo mineiro que confiou nele dando lhe uma votação maciça e que tem em troca a sua ausência do estado, e o pior, traindo os interesses dos mineiros.
o Jornal O Dia  do dia 22/10/11 publica uma matéria que vem demonstrar mais uma vez, como não se pode contar com esse representante. 
Vejam a matéria em sua íntegra:



"Informe do Dia: Por Cabral, Aécio Neves está de olho na briga dos royalties



POR FERNANDO MOLICA

Rio  - O senador Aécio Neves (PSDB-MG) torce para que a briga em torno dos royalties gere um desgaste entre o governador Sérgio Cabral e Dilma Rousseff. Já em campanha para ser candidato à Presidência em 2014, Aécio vê na crise uma boa chance de conquistar o apoio político do velho amigo Cabral — a ex-mulher do governador do Rio é prima do senador mineiro. 
Na terça, Aécio defendeu a posição do Rio na votação do projeto que muda a distribuição dos royalties. Na quinta, conversou muito com Cabral no aniversário de um amigo em comum.
Dilema de Cabral
Aécio aposta que Cabral terá muita dificuldade para manter o apoio à presidenta caso ela não fique ao lado do Rio. Em 2010, Dilma disse ser contra mudar a distribuição de royalties de áreas licitadas. Mas, nesta sexta-feira, ela voltou a adiar uma definição sobre o tema.
Repúdio ao Rêgo
Autor da emenda dos royalties, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) ganhou moção de repúdio da Assembleia Legislativa do Rio. Proposto pelo deputado Comte Bittencourt, o documento foi assinado por 46 parlamentares."http://www.youtube.com/watch?v=FPz-ioZDPc0

Nenhum comentário: