7.2.12

Depois da Bahia, próxima greve da PM pode ser em Minas Gerais


Autor de proposta que aumenta piso salarial de PMs vê possibilidade de greves em MG e RS


Autor da Proposta de Emenda à Constituição que estabelece um piso para os salários de policiais civis, militares e bombeiros –a chamada PEC 300–, o deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) acredita que, depois da crise na segurança pública da Bahia, dois outros Estados podem enfrentar o mesmo problema em um futuro próximo: Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
Dep. Arnaldo Faria de Sá
Em Minas Gerais O Governador Antonio Anastasia mais uma vez trabalha contra um benefício a seus servidores, a exemplo do que ocorreu com os professores que foram protagonistas da maior greve que o estado já viu com 112 dias de paralisação, e ainda assim este mesmo, governador que agora trabalha contra bombeiros e policiais militares, fez o que bem quis com a categoria, impondo lhes "castigos" e até mesmo maquiando o Piso Nacional da Educação.
Veja mais detalhes sobre o assunto clicando neste link

Nenhum comentário: