31.3.12

Seca já traz sérios transtornos para sertanejos do norte de Minas Gerais


Em Espinosa, falta água para moradores da cidade e da zona rural.
Estiagem veio antes e pegou as pessoas de surpresa.


A seca castiga algumas cidades do extremo Norte de Minas Gerais. Segundo moradores da região, março é mês de chuva, mas, este ano, a estiagem começou mais cedo e pegou muita gente de surpresa. No município de Espinosa falta água para a população.A barragem do principal reservatório de Espinosa está com nível crítico. Os moradores têm acesso a um poço, mas a água é imprópria para o consumo. Água potável só uma vez por semana.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Nilson Faber Sepúlveda, o Exército fazia a distribuição da água captada em Porteirinha, a 80 quilômetros de Espinosa, mas eles pararam com o serviço desde fevereiro. Atualmente, dois caminhões da prefeitura fazem o trabalho.

O técnico da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) Jorge Murilo Tolentino torce pela volta da chuva e diz que a situação é crítica. Alguns moradores são obrigados a viajar de carroça cerca de seis quilômetros para buscar água.
A assessoria de comunicação do Exército informou que conseguiu recursos para retomar o programa de distribuição de água para cidades da região.

Do G1 MG, com informações da Inter TV.

Nenhum comentário: