5.3.12

O que será que o Anastasia respondeu ao repórter?




Durante a visita do Governador Antonio Anastasia à Unimontes aqui em Montes Claros, um grupo de profissionais da Educação pública do Estado, fizeram manifestação pacífica na entrada do campus daquela instituição. Eles  reivindicavam o cumprimento da Lei 11738/2008 que instituiu o Piso Salarial Nacional para os professores e  protestavam contra aquilo que é considerado por todos os profissionais como um "assalto", que foi a extinção do plano de carreiras criado por ele mesmo além de  uma série de abusos cometidos durante a maior greve do setor em Minas Gerais.
Logo abaixo está um vídeo que registra parte da manifestação, no qual pode se notar a energia com que o Presidente da Sub-Sede de Montes Claros, José Gomes Filho comanda o ato.
Após essa visita o Governador viajou para a Itália onde  iria acertar os últimos detalhes da vinda de uma fábrica de máquinas agrícolas e de construção civil da FIAT e que será instalada em Montes Claros.
Antes do embarque, o mesmo concedeu entrevista à rádio Itatiaia e que foi ao ar em 05/03 durante o Jornal da Itatiaia, onde ele falou sobre o crescimento da violência no Estado, conforme tem registrado as estatísticas, respondeu também a uma pergunta sobre como ele estava encarando o reajuste de 22,22% determinado pelo MEC para os professores de todo o Brasil.
Como resposta ele afirmou: "Minas possui, juntamente com os estados de Mato Grosso e Espírito Santo, uma Legislação própria que o deixa tranquilo, uma vez que foi criado um sistema remuneratório de parcela única (subsídio) que é maior que o PSN, o que ele em particular, acha realmente que é pouco, mas que é o que está dentro da realidade financeira do estado".




Nenhum comentário: